Ao contrário do que muitos acreditam, ocupar uma posição de liderança não se trata somente de “mandar nos outros”. Um líder de verdade entende que é responsabilidade dele ter uma atitude que inspire os seus liderados, para que possam conquistar resultados melhores.

Além disso verdadeiros líderes sempre incentivam as pessoas para o seu crescimento, o que vai muito além de ver o liderado como um recurso organizacional.

Com isso em mente, separamos 6 estilos diferentes de líderes. Entenda as características de cada um, podendo entender melhor como e quando aplicá-los.

Líder Visionário

É aquele que sabe aonde quer chegar e apresenta isso para sua equipe. Sua equipe sabe exatamente das metas e o que eles pretendem alcançar!

Além de manter todos altamente motivados o líder sabe traçar metas e objetivos e de comunicá-los de maneira efetiva.

Líder Democrático

É o líder que engloba a participação de todos ao redor, incentivando sempre a criatividade e pró atividade dos liderados, para que estes se sintam de fato inclusos nos processos da empresa.

O líder democrático escuta cada pessoa em sua área de expertise e sabe tirar o melhor de todos.

Líder Liberal

Conhecido como aquele que não interfere nos processos, deixando os liderados fazerem o que bem entenderem e no final caso o resultado não seja efetivo, transfere a responsabilidade para os colaboradores.

Lembrando que há situações em que se deve agir de maneira liberal, porém com a pessoa certa, utilizar esse método de liderança em colaboradores m1 e m2* pode trazer um risco aos seus objetivos, diferente dos m3 e m4* que já possuem uma maturidade e conhecimento maior, podendo tomar decisões que possibilitem alcançar o resultado esperado.

Líder Afetivo

Liderança afetiva é aquela que nós conhecemos como o “paizão”, aonde o líder motiva muito seus colaboradores, porém isso pode afetar na percepção sobre o conhecimento e competência dos liderados, pois a partir disso podem se acomodar e efetuar as tarefas como bem entenderem, aonde a relação é vista como amigável e não ocorrerá cobranças em relação aos resultados.

Mas então, quando usar a liderança afetiva?

A partir do momento em que um liderado apresenta ou alcança um resultado de grande valia. Podemos usar o estilo de líder afeito para passar um feedback positivo e reforçar esse tipo de comportamento.

Líder Autoritário

A liderança autoritária se não for bem trabalhada, pode afetar totalmente a equipe.

A curto prazo ela pode trazer bons resultados, mas ao longo prazo faz com que os colaboradores não se sintam confortáveis. Liderados m3 e m4* ficam totalmente desmotivados com esse estilo de liderança

Apesar disso, a liderança autoritária é necessária em alguns momentos, por exemplo: momentos de crises ou quando as coisas não estão gerando os resultados esperados, agir de maneira um pouco mais autoritária pode ser eficaz para estabelecer uma equipe mais competente.

Líder Coach

Liderança Coach é aquela que dá um feedback positivo e de desenvolvimento, pois o coach sempre busca a capacitação e a performance

O líder coach procurar que seus colaboradores possam se tornar líderes futuramente, tendo acesso a ferramentas e treinamentos que os desenvolvam para alcançar seu potencial máximo.

O Timing é essencial

Todo estilo de liderança tem um momento certo para ser aplicado. Autoritário nos momentos de crise, afetivo nos momentos de conquista, liberal com aqueles que já geram resultados expressivos, visionário para contagiar as pessoas com uma mesma ideia, democrático para extrair o melhor de cada pessoa e coach para desenvolver as habilidades do liderado.

Como você vem aplicando os diferentes estilos de liderança? Acha que tem algum desequilíbrio na sua maneira de liderar?

*M1, m2, m3, m4: Leia o artigo Como ser um líder que gera resultados para entender melhor sobre esse assunto.

Quer se tornar um líder de sucesso? Participe do nosso Workshop de Liderança!

Deixe uma resposta