Como ser um líder que gera resultados?

Se você está em uma posição de liderança, eu tenho certeza que nesse momento de crise, você esta sendo muito cobrado pelo seus resultados e os resultados da sua equipe. Hoje eu vou te explicar alguns conceitos inovadores no processo de liderança, no mundo, e que podem fazer você se tornar um líder que apresente mais resultados.

Por que ninguém escuta o líder?

Como consultor, eu tenho visto que um dos problemas mais frequentes é que o líder não consegue fazer com que seus liderados se comprometam com os resultados e metas da empresa, isso por que eles entram no ciclo de se envolver apenas com o pagamento no final do mês. Isso é muito comum.

As pessoas me perguntam coisas do tipo: Ronaldo, porque eu preciso estar sempre pedindo para as coisas serem feitas? Porque eles não tem motivação, ou porque ninguém tem proatividade? Eu ouço muito essas perguntas! Provavelmente você deve estar passando por esse desgaste. Eu já passei por isso. É cansativo e gera uma irritabilidade constante, e que só atrapalha mais na hora de encontrar uma solução.

Formas de tornarem os funcionários mais proativos é um dos principais pontos que líderes buscam para o seu setor, pelo fato de inúmeras vezes os liderados não assimilarem o que é passado para eles, ficando dependete do líder e não trazendo os resultados esperados. E em tempos de crise, com o contingente de funcionários cada vez menor, o líder tem como desafio instruir seus subordinados a produzirem mais com menos pessoas.

O problema está na liderança!

Segundo pesquisas da consultoria Delloite, o Brasil se encontra na segunda colocação, entre 94 países, na falta de preparo entre os líderes. O principal problemas apontado pela pesquisa é exatamente a falta de conhecimento de como fazer as coisas acontecerem.

À partir do momento em que os líderes colocam a arrogância no primeiro ponto da lista, ele não vão perceber a sua própria falta de conhecimento. Eles não aprendem a liderar! Dessa maneira a produtividade de seus subordinados continuará abaixo do que podem oferecer, e o verdadeiro problema continuará na incompetência no processo de liderança.

Você conhece o seu time?

Pesquisas apontam que a 77% dos problemas de uma empresa está na questão comportamental e não técnica. Então, os líderes precisam enteder a maturidade do seu liderado e qual a o método de acompanhamento que ele vai demandar.

Segundo o consultor norte americano Ken Blanchard, podemos avaliar, na prática, quatro graus de maturidade para que um profissional realize uma determinada tarefa:

M1 – Baixa maturidade
M2 – média maturidade
M3 – alta maturidade
M4 – altíssima maturidade

Em todas as empresas, mas especialmente nas pequenas e médias, é fundamental que os líderes estejam próximos dos colaboradores e saibam identificar os diferentes graus de maturidade, para então cobrar e delegar tarefas de maneira mais assertiva.

Colaboradores que estão no nível 1 demandam que o líder acompanhe de perto e dê instruções específicas. Se o grau de maturidade for médio, a supervisão deve ser moderada. Continuando, no nível M3, é preciso deixar o liderado executar a tarefa e só no final avaliar o resultado. Nos casos de altíssima maturidade, o líder deveria delegar completamente.

Saiba com quem você está lidando!

O líder tem toda a responsabilidade de entender e avaliar o grau de maturidade do funcionário. Saber a maneira que ele entende e quais métodos utilizar para que se tenha o resultado esperado.

Cada pessoa absorve as informações de diferentes maneiras. As maioria das pessoas absorver 10% daquilo que ela lê. Se houver junto ao conteúdo escrito a explicação do superior, essa porcentagem sobe para 20%. Essa porcentagem pode aumentar muito mais se houver a demonstração da tarefa e a oportunidade de repassar para outros o aprendizado. O nível máximo vem quando o líde faz com que ele reflita sobre o assunto e viva a situação. Aí sim, ele gera os resultados positivos para a empresa.

Um líder precisa agir de maneira diferente para cada liderado, cada um tem sua maneira de entender. Quem não entende isso vai sempre encontrar problemas, e não vai gerar os resultados que ele está buscando de seus liderados.